Propriedades termodinâmicas da adsorção de água de grãos de Coffea arabica L.

Samuel Gonçalves Ferreira dos Santos, Vinicius Gonçalves Almeida, Dennis Ricardo Cabral Cruz, Renato Souza Rodovalho

Resumo


Os grãos de café (Coffea spp.) apresentam longevidade altamente dependente da disponibilidade de água em seu interior, sendo que o incremento do teor de água das mesmas pode prejudicar o armazenamento devido ao provável aparecimento de microrganismos. O estudo das propriedades termodinâmicas proporciona o conheci­mento da afinidade do sorvente pela água e da espontaneidade do processo de sorção, sendo parâmetros de suma importância no processo de secagem, na análise de projetos de equipamentos, processos de preservação e acondicionamento de grãos. Objetivou-se, com o presente trabalho, determinar e avaliar as propriedades ter­modinâmicas em grãos de Coffea arabica, com teores de água de equilíbrio na faixa de 1,91 a 25,34% base seca (b.s.) e atividade de água entre 0,10 a 0,83 (decimal), nas temperaturas de 30, 40, 50 e 60 °C. O calor latente de vaporização, a entropia diferencial e a energia livre de Gibbs aumentam com a redução do teor de água dos grãos. A temperatura isocinética de 498,3433 ± 5,7013 K confirma a compensação química linear entre a entalpia e a entropia diferenciais dos grãos de Coffea arabica, sendo o processo de adsorção dos grãos controlado pela entalpia. A adsorção da água nos grãos de Coffea arabica é um processo não espontâneo.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO - FULL TEXT


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2020v48n4p302-310