Produção de matéria seca e absorção de nutrientes por cultivares de arroz de terras altas em resposta àcalagem

Munir Mauad, Carlos Alexandre Costa Crusciol, Rita de Cássia Alvarez, Rosemeire Helena da Silva

Resumo


Os solos brasileiros, na sua maioria ácidos, apresentam propriedades limitantes ao desenvolvimento da maioria das culturas de interesse agrícola, sendo a calagem a prática mais utilizada para corrigir a acidez. Objetivou-se avaliar a resposta de cultivares de arroz a diferentes níveis de calagem. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, e os tratamentos foram constituídos por quatro cultivares de terras altas (Carajás, IAC 20, IAC 202 e Primavera) e quatro níveis de calagem (8,55; 7,0; 25,65 e 34,20 g por vaso, calculados para elevar a saturação por bases, V, a 25, 50, 75 e 00%), seguindo um esquema fatorial 4x4, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. O aumento dos níveis de calagem melhorou os atributos químicos do solo. A eficiência de utilização de Ca e Mg foi reduzida com o aumento dos níveis de calcário, enquanto a de Zn foi incrementada. Os cultivares de arroz apresentaram respostas diferentes à elevação dos níveis de calagem quanto à absorção e à eficiência de utilização dos nutrientes.Palavras-chave adicionais: Oryza sativa; pH do solo; eficiência de utilização de nutrientes.

Texto completo:

artigo completo - pdf


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2004v32n2p178-184