Acúmulo e exportação de nutrientes pela melancia sem sementes, híbrido Shadow

Leilson Costa Grangeiro, Arthur Bernardes Cecílio Filho

Resumo


O objetivo do presente trabalho foi determinar o acúmulo e a exportação de nutrientes pela melancia sem sementes, híbrido Shadow. O experimento foi conduzido no município de Borborema (SP). As amostragens de plantas foram realizadas aos 4, 28, 42, 56 e 70 dias após o transplante (DAT), para a determinação da massa de matéria seca e de acúmulo e exportação dos nutrientes N, P, K, Ca, Mg e S. O acúmulo máximo de matéria seca pela planta foi de .304,6 g planta-, ocorrido aos 70 DAT. A parte vegetativa participou, no final do ciclo, com 34,4%, e os frutos, com 65,6% da matéria seca total acumulada. A ordem decrescente dos nutrientes acumulados pela cultura foi: K>N>Ca>Mg>S>P. Os frutos exportaram: 47 kg ha- de N; 2,8 kg ha- de P; 04,4 kg ha- de K; 4,6 kg ha- de Ca; 5, kg ha- de Mg e 3,2 kg ha- de S.Palavras-chave adicionais: Citrullus lanatus ; nutrição de plantas.

Texto completo:

artigo completo - pdf


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2005v33n1p69-74