Produtividade e classificação de bulbos de cebola em função da fertilização nitrogenada e potássica, em semeadura direta1

Arthur Bernardes Cecílio Filho, Marina Weyand MARCOLINI, André MAY, José Carlos BARBOSA

Resumo


O experimento foi conduzido no município de São José do Rio Pardo-SP, nos meses de março a agosto de 2004, visando a avaliar a produtividade e a classificação de bulbos de cebola, híbrido Superex, em função de doses de nitrogênio e potássio, em sistema de semeadura direta. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, em esquema fatorial 4 x 4, com 4 repetições, compreendendo quatro doses de nitrogênio (0; 50; 100 e 150 kg ha-1 de N) e quatro doses de potássio (0; 75; 150 e 225 kg ha-1 de K2O). A maior produtividade (89,5 t ha-1) foi alcançada com 150 kg ha-1 de N e 150 kg ha-1 de K2O. As percentagens de bulbos na classe 3 (50 a 70 mm de diâmetro) e bulbos duplos cresceram com o aumento das doses de nitrogênio, enquanto diminuíram nas classes 1 (15 a 35 mm de diâmetro) e refugos (diâmetro <15 mm). 


Palavras-chave


Allium cepa, sistema de cultivo, adubação nitrogenada, adubação potássica, rendimento

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2010v38n1%2F2p14+-+22