Propriedades físicas do solo e produtividade de mandioca em diferentes manejos de coberturas do solo

Amarílis Beraldo Rós, Andréia Cristina Silva Hirata

Resumo


A manutenção de coberturas vegetais na superfície do solo ou sua incorporação é realizada devido aos benefícios a propriedades do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto de manejos de Crotalaria ochroleuca ou comunidade infestante na produtividade da mandioca, propriedades físicas do solo e manejo de plantas daninhas. Os tratamentos consistiram no cultivo de mandioca sobre quatro manejos de coberturas do solo: 1- C. ochroleuca roçada e incorporada; 2 - C. ochroleuca roçada; 3 - comunidade infestante roçada e incorporada e 4 - testemunha capinada. A incorporação da C. ochroleuca e da comunidade infestante melhorou propriedades físicas do solo em relação à C. ochroleuca roçada e o solo sem cobertura. Não houve diferença de resistência à penetração no solo entre os tratamentos com incorporação da cobertura vegetal. A C. ochroleuca roçada ou incorporada não interferiu na densidade e acúmulo de massa seca de plantas daninhas na cultura da mandioca, aos 60 dias após o plantio. A produtividade comercial da mandioca não diferiu entre os tratamentos (média de 30 t ha-1). Os resultados indicam que o manejo da C. ochroleuca ou comunidade infestante influencia as propriedades físicas do solo, mas não necessariamente a produtividade da mandioca.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO - FULL TEXT


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2019v47n4p411-418