Características agronômicas e produtividade de cultivares de milho em diferentes espaçamentos entre linhas e densidades populacionais

Rogério Farinelli, Fernando Guido Penariol, Domingos Fornasieri Filho

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de diferentes espaçamentos entre linhas e densidades populacionais nos componentes da produção e a produtividade de duas cultivares de milho, num Latossolo Vermelho eutrófico típico, em Jaboticabal-SP. O delineamento experimental empregado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 3x3x2, com quatro repetições, sendo os tratamentos constituídos por três espaçamentos entre linhas (40; 60 e 80 cm), três densidades populacionais (40.000; 60.000 e 80.000 plantas ha-1) e duas cultivares de milho, representadas por uma variedade de alto valor proteico (BR 473) e um híbrido simples modificado (AG 9010) para alta tecnologia. Foram avaliadas as características agronômicas: altura de planta, altura de inserção de primeira espiga, diâmetro de colmo, prolificidade, acamamento, número de grãos por espiga, massa de 100 grãos e produtividade. As densidades populacionais de 60.000 e 80.000 plantas ha-1 diminuem o diâmetro de colmo, número de grãos por espiga e massa de 100 grãos; contudo, aumentam a altura de planta e a produtividade. A redução do espaçamento entre linhas para 40 cm promove maior produtividade média de grãos. O híbrido AG 9010 apresenta produtividade superior à variedade BR 473 quando submetido principalmente às densidades de 60.000 e 80.000 plantas ha-1.


Palavras-chave


Zea mays, genótipos, arranjo espacial de plantas, características mor-fológicas e componentes agronômicos.

Texto completo:

Artigo Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2012v40n1p21+-+27