Omissão de macronutrientes no desenvolvimento e no estadonutricional de plantas de sorgo (cv. BRS 31) cultivadas emsolução nutritiva

Renato Mello Prado, Liliane Maria Romualdo, Danilo Eduardo Rozane

Resumo


Com o objetivo de avaliar o efeito da omissão de macronutrientes no desenvolvimento e no estado nutricional de plantas de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) cv. BRS 300, foi conduzido um expe­rimento com o uso de solução nutritiva aerada. O experimento foi desenvolvido na FCAV/Unesp, em Jaboticabal-SP. O delineamento experimental o foi inteiramente casualizado, com sete tratamentos que corresponderam à solução-padrão de Hoagland & Arnon (950) e a omissão individual de N, P, K, Ca, Mg e S, em três repetições. Após três semanas da semeadura, as plantas foram colocadas em recipientes plásticos com 8 L de capacidade, aplicando-se os respectivos tratamentos. Após 30 dias da aplicação dos tratamentos, avaliaram-se a altura das plantas, o número de folhas, o diâmetro do caule, além da matéria seca da parte aérea e das raízes, e o estado nutricional. As omissões de N, P, Ca e Mg foram as que mais limitaram a produção de matéria seca do sorgo. As plantas do tratamento completo e da omissão apresentaram, respectivamente, os seguintes teores de nutrientes na parte aérea: P = 4,8 e 0,6; K = 33,4 e 3,4; Ca = 6,0 e ,0; Mg = 3,8 e 0,4; S = 2,2 e ,3 g kg-, e nas raízes: P = 4,4 e 0,6; K = 26,2 e 6,3; Ca = 5,7 e ,7 e S = 6,3 e 0,8 g kg-. A omissão de um nutriente, além de promover diminuição do teor na parte aérea da planta, causou desequilíbrio entre o demais nutri­entes e, consequentemente, houve alterações morfológicas traduzidas como sintomas característicos de deficiência de cada nutriente. Palavras-chave: Sorghum bicolor (L.) Moench, deficiência, nutrientes, sintomas.

Texto completo:

Artigo Completo - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2007v35n2p122+-+128