Crescimento e acúmulo de nutrientes do híbrido Explorer de melancia

Autores

  • Humberto Sampaio ARAÚJO Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios
  • Carolina Cinto MORAES Instituto Agronômico de Campinas
  • Paulo Cesar RECO Instituto Agronômico de Campinas
  • Gabriel Stefanini MATTAR Instituto Agronômico de Campinas
  • Luis Felipe Villani PURQUERIO Instituto Agronômico de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.15361/1984-5529.2022.v50.1443

Palavras-chave:

Acúmulo de nutrientes, C.lanatus. (Tunberg) Matsumara e Nakai, nutrição de plantas, sustentabilidade

Resumo

O objetivo do trabalho foi caracterizar a fenologia e o acúmulo de nutrientes ao longo do ciclo de cultivo e propor o manejo nutricional do híbrido de melancia Explorer. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições. As avaliações foram aos (20, 34, 48, 62, 76, 90 e 104 dias). Foram avaliados o comprimento da haste principal, o número de hastes, o número de folhas, a biomassa fresca e seca, o acúmulo de nutrientes da planta, a extração e a exportação de nutrientes. Na colheita observou-se aumento médio no comprimento da haste principal até 430,8 cm, no número de folhas 726 e no número de hastes secundárias 46. O acúmulo de biomassa fresca e seca foi de 23706 e 1360 g planta-1 respectivamente. A sequência decrescente da extração de nutrientes foi: K (132,8 kg ha-1 de K2O) > N (62,7 kg ha-1) > P (22,2 kg ha-1 de P2O5) > Ca (12 kg ha-1) > Mg (7,6 kg ha-1) > S (5,8 kg ha-1) > Mn (194,7 g ha-1) > Fe (182,5 g ha-1)  > B (87,8 g ha-1) > Zn (84,9 g ha-1) Cu (35,4 g ha-1).

Referências

Aguiar Neto P., Grangeiro, L.C., Mende, M.A.S., Costa N.D. & Cunha, A.P.A. (2014). Crescimento e acúmulo de macronutrientes na cultura do melão em Baraúna - RN e Petrolina - PE. Revista Brasileira Fruticultura 36 (3): 556- 567. https://doi.org/10.1590/0100-2945-192/13

Almeida, E.I.B., Nóbrega, G.N., Corrêa, M.C.M., Pinheiro, E.A.R., & Araújo, N. (2014). Crescimento e marcha de absorção de micronutrientes para a cultivar de melancia Crimson Sweet. Revista Agro@mbiente. 8 (1): 74-80. https://doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v8i1.1344

Alvarenga, M.A.R. (2013). Tomate: Produção em campo, em casa-de-vegetação e em hidroponia. 2. ed. Lavras, MG: Editora ULFA. 455p.

Araújo, H.S., Quadros, B.R., Cardoso, A.I.I., & Corrêa, C.V. (2012). Doses de potássio em cobertura na cultura da abóbora. Pesquisa Agropecuária Tropical. 42 (1): 469-475. https://doi.org/10.1590/S1983-40632012000400004

Araújo, H.S., Cardoso, A.I.I., Oliveira Júnior, M.X., & Magro, F.O. (2015). Teores e extração de macronutrientes em abobrinha-de-moita em função de doses de potássio em cobertura. Agrária 10 (1): 389-395. https://doi.org/10.5039/agraria.v10i3a4937

Braga, D.F., Negreiros, M.Z., Freitas, F.C.L., Grangeiro, L.C., & Lopes, W.A.R. (2011). Crescimento de melancia Micklee cultivada sob fertirrigação. Revista Caatinga. 24 (1): 49-55. https://periodicos.ufersa.edu.br/caatinga/article/view/2275/4757

CATI - Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI, 2007). Projeto Lupa. http://www.cati.sp.gov.br/projetolupa/mapaculturas/Melancia.php.

Damasceno, A.P.A.B., Medeiros, J.F., Medeiros, D.C., Costa, M.I.G., & Dantas, D.C. (2012). Crescimento e marcha de absorção de nutrientes do melão cantaloupe tipo "Harper" fertirrigado com doses de N e K. Revista Caatinga. 25 (1): 137-146. https://periodicos.ufersa.edu.br/caatinga/article/view/2084/pdf

Dias, R.C., Resende, G.M., Correia, R.C., Costa, N.D., Barbosa, G.S., & Texeira, F.A. (2010). Sistema de Produção de Melancia. Brasília, DF: EMBRAPA. https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Melancia/SistemaProducaoMelancia/index.htm

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (2006). Sistema brasileiro de classificação dos solos. Brasília, DF: EMBRAPA. 306 p. https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/bitstream/doc/338818/1/sistemabrasileirodeclassificacaodossolos2006.pdf

Epstein, E., & Bloom, A.J. (2006). Nutrição mineral de plantas: princípios e perspectivas. 2. ed. Londrina, PR: Planta, 387p. http://editoraplanta.com.br/demoNM.pdf

FAOSTAT (Food and Agriculture Organization Statistic (2014). http://www.fao.org/faostat/en/#data/QC.

Grangeiro, L.C., & Cecílio Filho, A.B. (2004). Acúmulo e exportação de macronutrientes pelo híbrido de melancia Tide. Horticultura Brasileira, 22 (1): 93-97. https://doi.org/10.1590/S0102-05362004000100019

Grangeiro, L.C., & Cecílio Filho, A.B. (2005). Acúmulo e exportação de macronutrientes em melancia sem sementes, híbrido Shadow. Científica, 33 (1): 69-74. https://doi.org/10.1590/S0102-05362004000100019

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção Agrícola Municipal 2014.

Nogueira, F.P.N., Silva, M.V.T., Oliveira, F.L., Chaves, S.W.P., & Medeiros, J.F. (2014). Crescimento e marcha de absorção de nutrientes da melancieira fertirrigada com diferentes doses de N e K. Revista Verde, 9 (3): 35-42. https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/2799/2329

Oliveira, M.V.A.M., & Villas Boas, R.L. (2008). Uniformidade de distribuição do potássio e do nitrogênio em sistema de irrigação por gotejamento. Revista Engenharia Agrícola, 28 (1): 95-103. https://doi.org/10.1590/S0100-69162008000100010

Oliveira, S.R., Araújo, J.L., Oliveira, F.S., Fátima, R.T., Andrade, R.O., Figueiredo, C.F.V., Sousa, & G.M., Almeida Nascimento, R.R. (2020). Marcha de absorção de nutrientes em meloeiro 'goldex' fertirrigado. Brazilian Journal of Development, 6 (3): 12654-12673. https://doi.org/10.35587/brj.ed.0000443

Pôrto, D.R.Q., Cecílio Filho, A.B., May, A., & Vargas, P.F. (2007). Acúmulo de macronutrientes pela cultivar de cebola 'Superex' estabelecida por semeadura direta. Ciência Rural, 37 (1): 949-955. https://doi.org/10.1590/S0103-84782007000400005

Silva, M.J.J., Medeiros, J.F., Oliveira, H.T., & Dutra, I. (2006). Acúmulo de matéria seca e absorção de nutrientes de meloeiro "pele de sapo". Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 10 (2): 364-368. https://doi.org/10.1590/S1415-43662006000200017

Silva, J.R., Nunes, G.H.S., Negreiros, M.Z., Torres, J.F., & Dantas, M.S.M. (2008). Interação Genótipo x Ambiente em Melancia no Estado do Rio Grande do Norte. Revista Caatinga, 21 (1): 95-100. https://www.redalyc.org/pdf/2371/237117576014.pdf

Silva, M.V.T., Chaves, S.W.P., Medeiros, J.F., Souza, M.S., Santos, A.P.F., & Oliveira, F.L (2012). Acúmulo e exportação de macronutrientes em melancieiras fertirrigada sob ótimas condições de adubação nitrogenada e fosfatada. Revista Agropecuária Científica no Semiárido, 8 (4): 55-59. http://dx.doi.org/10.30969/acsa.v8i1.438

Trani P.E., & Raij, B. van. (1997). Recomendações de adubação e calagem para o Estado de São Paulo. 2. ed. Campinas: Instituto Agronômico. p. 181. http://www.etecsaosimao.com.br/_documentos/_pdf/_apoio_ao_aluno/_livros/BOLETIM_100_IAC_Completo.pdf

Venegas, J.G., Harris, R.S., & Simon, B.A. (1998) A comprehensive equation for the pulmonary pressure-volume curve. Journal of Applied Physiology. 84 (1): 389 -395. https://doi.org/10.1152/jappl.1998.84.1.389

Vidigal, S.M., Pacheco, D.D., & Facion, C.E. (2007). Crescimento e acúmulo de nutrientes pela abóbora hibrída tipo tetsukabuto. Horticultura Brasileira, 25 (1): 375-380. https://doi.org/10.1590/S0102-05362007000300011

Downloads

Publicado

29/11/2022

Como Citar

ARAÚJO, H. S.; MORAES, C. C.; RECO, P. C. .; MATTAR, G. S.; PURQUERIO, L. F. V. . Crescimento e acúmulo de nutrientes do híbrido Explorer de melancia. Científica, Dracena, SP, v. 50, p. 1–8, 2022. DOI: 10.15361/1984-5529.2022.v50.1443. Disponível em: http://cientifica.org.br/index.php/cientifica/article/view/1443. Acesso em: 16 jun. 2024.

Edição

Seção

Fitotecnia - Crop Production