Aspectos tecnológicos de sorgo-sacarino submetido à aplicação de maturadores químicos

Ronaldo da Silva Viana, André May, Gustavo Pavan Mateus, Arthur Duarte Rodrigues Neto, Paulo Renato Matos Lopes

Resumo


O sorgo-sacarino apresentou um crescimento de interesse para cultivo em área de reformas de canaviais associadas a usinas sucroenergéticas em função da possibilidade de produção de etanol, na abertura da safra da cana-de-açúcar, sendo seu ponto de colheita normalmente identificado pela fenologia da planta, após o florescimento da cultura. A antecipação do momento de colheita e a possibilidade de acúmulo de açúcares no colmo, com a utilização de maturadores químicos, podem ser uma alternativa importante para a cultura, como ocorre com a cana-de-açúcar. Este trabalho teve como objetivo avaliar os aspectos tecnoló­gicos do sorgo-sacarino quando aplicados diferentes maturadores químicos. O delineamento experimental utilizado foi o em blocos casualizados, em esquema fatorial 2x5, com 4 repetições, constituídos por: duas cultivares de sorgo-sacarino (BRS 508 e BRS 509) e cinco tratamentos com maturadores químicos             (C – controle – ausência de maturador; E – etefon (0,7 L ha-1); ET – etiltrinexapac (0,8 L ha-1); G – glifosato (0,4 L ha-1) e S – sulfometurom metil (0,02 kg ha-1). Por ocasião da colheita do sorgo-sacarino, foram realizadas avaliações de sólidos solúveis (Brix do caldo, em %); teor de sacarose no caldo – Pol (%); Açúcares reduto­res (%); Açúcares redutores totais (%); Fibra (%); Pureza (%), e Açúcar total recuperável (kg t-1). A cultivar BRS 508 apresentou aumento na qualidade tecnológica quando utilizado sulfometurom metil (0,02 kg ha-1), enquanto para a cultivar BRS 509, os ganhos ocorreram quando foi aplicado o etiltrinexapac (0,8 L ha-1) como maturador.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO - FULL TEXT


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2017v45n3p204-213