Cama de aviário e composto de dejetos suínos em substratos para mudas de maracujazeiro-amarelo

Eduardo Cesar Brugnara, Cristiano Nunes Nesi, Luiz Augusto Ferreira Verona

Resumo


Neste estudo, objetivou-se avaliar o efeito de concentrações de cama de aviário e de composto orgâ­nico produzido com dejetos líquidos de suínos em mistura a substratos comerciais para produção de mudas de maracujazeiro-amarelo, e estimar as concentrações que proporcionam o máximo cresci­mento das mudas. O experimento foi desenvolvido em estufa agrícola, utilizando a cultivar Redondo Amarelo e sacos de 1,2 L como recipientes. Foram avaliadas cinco concentrações (0; 8; 16; 32 e 64%, v/v) de cama de aviário e composto orgânico em mistura à fibra de coco e ao substrato conven­cional. Avaliaram-se a emergência, o número de folhas, a altura, a massa seca de raízes e a área foliar das mudas. Foram ajustadas equações de regressão não lineares e as estimativas dos parâ­metros comparadas por intervalos de confiança. As concentrações de cada mistura que maximizaram o crescimento foram diferentes entre as características avaliadas. O crescimento das mudas foi maior quando se adicionou composto orgânico ao substrato convencional, mas não à fibra de coco. A cama de aviário em concentrações moderadas aumentou o crescimento das mudas, quando misturada à fibra de coco e ao substrato convencional. As concentrações (v/v) mais adequadas são 1,15 a 11,76% de cama de aviário ou 0 a 64% de composto orgânico à base de dejetos suínos em mistura à fibra de coco; e 11,81 a 24,17% de cama de aviário ou 38,87 a 95,8% de composto orgânico em mistura ao substrato convencional.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2014v42n3p242-251