Seleção de fungos patogênicos para controle de larvas e pupas da mosca-das-frutas Ceratitis capitata (Diptera: Tephritidae)

Gustavo Bissolli, Antonia do Carmo Barcelos Correia, José Carlos Barbosa

Resumo


Brasil e no mundo, sendo considerada também espécie quarentenária em diversos países. Normalmente, são utilizados inseticidas químicos para o controle deste inseto, causando impactos na saúde e no meio ambiente, inclusive podendo haver restrições de países importadores devido à presença de resíduos tóxicos nos frutos. Portanto, há necessidade de estudos de outros métodos de controle, para incrementar o Manejo Integrado de Pragas, usando agentes de controle biológico. O objetivo deste trabalho foi avaliar a patogenicidade dos fungos entomopatogênicos das espécies Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin, Beauveria bassiana (Bals.) Vuillemin, Paecilomyces fumosoroseus Bainier, Paecilomyces sp. Bainier, Verticillium lecanii (Zimm.) Viegas, em larvas de 3o instar e pupas da mosca-das-frutas Ceratitis capitata Wiedemann (Diptera: Tephritidae). Realizou-se inicialmente uma seleção destes isolados em larvas, através de imersão em suspensão aquosa de conídios. A mortalidade larval causada por 36 isolados dos fungos variou de 2,5% a 96,2%. Destacaram-se como mais patogênicos, seis isolados de M. anisopliae e dois de B. bassiana. Numa segunda série de bioensaios, conduzidos com os isolados selecionados, pupas foram tratadas com suspensão aquosa, na concentração de 1,2 x 108 conídios viáveis/mL e germinação variando de 85 a 98,2%. A mortalidade pupal causada pelos fungos foi baixa, variando de 1,9 a 4,4%, porém houve diminuição da longevidade dos adultos sobreviventes.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2014v42n4p338-345