Eficiência de cianamida hidrogenada, espalhante adesivo e torção de ramos para a quebra de dormência de gemas da videira cv. Itália no Vale do São Francisco

Patrícia Coelho de Souza Leão, Emanuel Elder Gomes da Silva

Resumo


Em condições de clima tropical, como as do Vale do São Francisco, região Nordeste do Brasil, a videira apresenta dormência de gemas e forte dominância apical. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficiência da aplicação de cianamida hidrogenada e espalhante adesivo, e da prática de torção de ramos, sobre a quebra de dormência de gemas, a produção e a qualidade de frutos da videira cv. Itália nas condições do Vale do São Francisco. Um experimento foi conduzido em Petrolina (PE), durante dois ciclos de produção (200-2002), e os tratamentos consistiram de – T: Testemunha; T2: H2CN2 2,45%; T3: H2CN2 2,94%; T4: H2CN2 3,43%; T5: H2CN2 2,94% + espalhante adesivo, e T6: H2CN2 2,45% + torção dos ramos, em delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os resultados evidenciaram que a cianamida hidrogenada, independentemente da concentração utilizada, aumentou a porcentagem de brotação e a fertilidade de gemas, com incrementos de 68% e 84% na produção, respectivamente, no º e 2º ciclos de produção. Não houve efeito significativo sobre o tamanho das bagas, os teores de açúcares e a acidez dos frutos, assim como na antecipação da colheita. Não houve resposta ao uso conjunto com espalhante adesivo.Palavras-chave adicionais: produção; qualidade.

Texto completo:

Artigo Completo - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2005v33n2p172+-+177