Caracterização, classificação e gênese de solos hidromórficos em regiões litorâneas do Estado do Espírito Santo

Paulo César do Nascimento, João Luís Lani, Hugo José Oliveira Zoffoli

Resumo


Os solos de várzea apresentam como características principais feições resultantes dos processos pedogenéticos de hidromorfismo e, em alguns casos, de paludização. Demais características, muitas delas determinantes nas interações solo-ecossistema e suscetibilidade a impactos ambientais, são, no entanto, muito variáveis, de acordo com o ambiente de ocorrência. Com o objetivo de caracterizar; avaliar as relações solo-ambiente e, em alguns casos, estimar a influência de impactos ambientais, foram descritos, amostrados e analisados solos hidromórficos de duas regiões costeiras do Estado do Espírito Santo. Foram analisadas as características morfológicas, físicas (granulometria e densidade do solo) e químicas (análises de “rotina”, dissoluções seletivas e ataque sulfúrico). Os resultados demonstraram a influência da condição de saturação do solo por água, induzida pela posição do relevo, e expressa pela gleização, com formação de horizontes orgânicos superficiais, e, em alguns casos, material sulfídrico em subsuperfície, indicando a ocorrência também dos processos de paludização e sulfidização. As características do material de formação e alterações resultantes do histórico de uso e manejo também apresentaram influência em aspectos físicos, químicos e morfológicos. A acidificação acentuada, associada à redução no conteúdo de carbono orgânico nos horizontes superficiais, quando o solo é submetido à ação antrópica por meio da drenagem, torna as áreas sobre ocorrência de tiomorfismo sujeitas à maior suscetibilidade ambiental. 

 


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2013v41n1p82-93