Avaliação de atributos químicos do solo após a colheita da cana-planta em sistema de plantio direto e convencional

José Barbosa DUARTE FILHO, Fábio Cunha COELHO

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a fertilidade do solo, logo após a colheita da cana-planta, em sistema de plantio direto (SPD) sobre palhada de leguminosas, em comparação ao plantio convencional (PC) com vegetação espontânea incorporada ao solo; e em ambos os manejos a colheita foi de cana crua. O deli­neamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições, num esquema fatorial 4x2. Os tratamentos foram: (I) – cana em plantio convencional com vegetação espontânea incorporada com adubação e (II) – idem I sem adubação; (III) – cana no sistema de plantio direto sobre palhada de feijão-de-porco com adubação e (IV) – idem III sem adubação; (V) – cana no sistema de plantio direto sobre palhada de mucuna-preta com adubação e (VI) – idem V sem adubação e (VII) – cana no sistema de plantio direto sobre palhada de Crotalaria juncea com adubação e (VIII) – idem VII sem adubação. O sis­tema de plantio direto utilizando a prática inerente da adubação verde na cultura da cana-de-açúcar, após o primeiro corte, proporcionou, na camada de 0 a 5 cm de profundidade, aumento no teor de carbono e matéria orgânica 14 e 13% maior do que no preparo convencional do solo. A cana-de-açúcar obteve ren­dimento 37% maior de colmos quando cultivada em sistema de plantio direto do que no preparo conven­cional do solo.


Palavras-chave


Saccharum spp.; matéria orgânica; carbono

Texto completo:

Texto Completo


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2010v38n1%2F2p70+-+78