Preferência alimentar de Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae) por cultivares de soja

Aline Aparecida Franco, Maíra dos Santos Queiroz, Amanda Ribeiro Peres, Matheus Elache Rosa, Alcebíades Ribeiro Campos, Zeneide Ribeiro Campos

Resumo


A soja é um produto agrícola relevante para a economia do Brasil, mas sua produtividade é reduzida pelo ataque da lagarta Anticarsia gemmatalis. No controle, é necessário consolidar pesquisas com alternativas não químicas, destacando-se a resistência de plantas, importante ferramenta do MIP. Para tanto, este trabalho avaliou a atratividade e a não preferência alimentar, com e sem chance de escolha, de lagartas de primeiro instar A. gemmatalis por folhas de diferentes cultivares de soja. Os testes foram realizados em câmara climatizada a 27± 1°C, UR de 70±10% e fotofase de 14 horas. Foram utilizadas as cultivares BRS 284 (convencional), Anta 82 RR, P98Y77 RR, NA 7321 RR, BRS Valiosa RR, SYN 1182 RR, M-SOY 8527 RR, SYN 9070 RR, AS 8197 RR e M-SOY 8867 RR. Utilizou-se do sistema de arena para a realização dos testes em placas de Petri, com dez repetições. Em cada repetição, foram liberadas quinze lagartas de primeiro instar de A. gemmatalis. Para avaliar a atratividade, contou-se o número de lagartas atraídas em cada cultivar ao longo de 60 minutos após a liberação, enquanto a não preferência para alimentação foi avaliada após 24 horas. Avaliou-se também o consumo foliar das lagartas nas diferentes cultivares, um dia após a liberação dos insetos, utilizando-se do Software de análise foliar AFSoft® v1.1. Os resultados demonstraram que as cultivares de soja P8Y77RR, M-SOY8867RR apresentaram menor atratividade, não preferência para alimentação e consumo foliar por lagartas de A. gemmatalis, em teste com chance de escolha. Em teste sem chance de escolha, as cultivares, SYN 9070 RR e SYN 1182 RR foram menos preferidas e consumidas por lagartas de A. gemmatalis, e as cultivares de soja P8Y77RR, M-SOY8867RR, SYN 9070 RR e SYN 1182 RR possuem resistência do tipo não preferência à lagarta de  A. gemmatalis.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2014v42n1p32-38