Variabilidade espacial de atributos químicos do solo em sistema de agropecuária familiar no Tocantins

Wilma Dias Santana, Antônio Clementino dos Santos, Amanda da Silva Reis, Rodrigo de Castro Tavares, Gilson Araujo de Freitas

Resumo


O monitoramento dos atributos químicos do solo possibilita avaliar a qualidade e a capacidade do mesmo de exercer suas funções dentro de um determinado agroecossistema. Nesse sentido, objetivou-se avaliar a variabilidade espacial de atributos químicos do solo em sistema de agricultura familiar, em diferentes usos agrícolas. A área de estudo totalizou 7,91 ha, sob quatro tipos de cobertura do solo: pastagem de braquiária associada a estilosantes, pastagem de andropógon, pomar e mata nativa. A amostragem do solo foi em malha amostral irregular composta por 160 pontos. Coletaram-se amostras deformadas nas profundidades de 0-10 e 10-20 cm, além de amostras para a determinação da liteira. As variáveis analisadas foram: CO, SB, CTCt, CTC pH 7, pH, Al3+, P, H+Al, m, V e liteira. Os dados foram submetidos à análise exploratória e ao estudo geoestatístico. Os sistemas de cultivo reduziram os valores de CO, SB, CTCt, CTC pH 7 e pH do solo, principalmente nas subáreas de pastagens. O pomar apresentou atributos químicos similares às verificadas na área de referência. Os valores, bem como a distribuição espacial das variáveis avaliadas foram influenciados pelo uso do solo.


Texto completo:

ARTIGO COMPLETO - FULL TEXT


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2019v47n3p344-357