Análise morfométrica da microbacia hidrográfica do córrego rico,região nordeste do Estado de São Paulo

Teresa Cristina Tarlé Pissarra, Maurício José Borges, João Antonio Galbiatti, Flavia Mazzer Rodrigues, Walter Politano

Resumo


As principais características morfométricas foram determinadas na microbacia hidrográfica do Córrego Rico com o objetivo de analisar a rede de drenagem e os aspectos ligados à conformação fisiográfica da área em duas unidades de solos predominantes na região: Latossolos e Argissolos. Para tal, foram utilizadas técnicas de fotointerpretação em fotografias aéreas verticais, pancromáticas, em escala :35.000, e sistema de informação geográfica (SIG-IDRISI), tendo-se as microbacias hidrográficas de 2a ordem de magnitude como unidade fisiográfica de estudo. A microbacia hidrográfica do Córrego Rico é considerada de 6a ordem e está localizada na região nordeste do Estado de São Paulo. As bacias hidrográficas sofreram atuação dos processos estruturais e topográficos superiores às heranças dos materiais de origem, resultando em solos com avançado estádio de dissecação, principalmente a montante da bacia. Observou-se relação entre o grau de desenvolvimento de mantos de alteração e a evolução de suas redes de drenagem diferenciadas para cada unidade de solo em relação à variação das características morfométricas, área, perímetro, maior comprimento, maior largura, comprimento da rede de drenagem, comprimento total de rios, comprimento médio de rios, densidade de drenagem, freqüência de rios, razão de textura, extensão do percurso superficial, razão de relevo relativo, declividade média da bacia e coeficiente de rugosidade.Palavras-chave adicionais: geomorfologia; solos; sistema de informação geográfica.

Texto completo:

Artigo completo - PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2006v34n2p170+-+177